TAG: coreia
  • Coréia do Sul
  • 5 fev 2018

    DORAMA DA VEZ: I NEED OF ROMANCE 2012

    Ei gente, tudo bem? Hoje resolvi trazer uma dica para as pessoas que assim como eu, são apaixonadas por dramas asiáticos – mais especificamente os coreanos <3 Confesso que fazia algum tempo que eu não assistia/acompanhava um doraminha </3

    Como estou conciliando meu tempo com estudos, leituras e Netflix, quase não tenho tempo de acompanhar em outros sites que disponibilizam dramas coreanos – como por exemplo o DramaFever e o Viki. Então estou aproveitando os dramas presentes na Netflix. Confesso que não assisti todos disponíveis lá, mas alguns me chamam muito a atenção e acabo me permitindo alguns episódios. O meu estilo favorito de drama são os de comédia; pois pra quem acompanha sabe que as reações coreanas são bem exageradas – então a comédia fica ainda mais engraçada.

    Com I Need of Romance não foi diferente! No primeiro episódio achei o drama meio paradinho, mas continuei pois a sinopse do mesmo chamou muito a minha atenção. O drama conta a história de Yeol-mae e Seok-hyun: dois amigos que se conhecem desde os cinco anos de idade e quando mais velhos, resolvem namorar. Porém, depois de uma década de namoro, os dois resolvem terminar de fato. O que acontece – e que deixa o drama mais divertido – é que ambos moram na mesma casa, e precisam aprender a dividir e até mesmo ver o seu antigo parceiro se relacionando com outras pessoas. Além dos dois, contamos com a história de dois casais secundários – que são maravilhosos também. As mulheres do drama são as duas melhores amigas de Yeol-mae, e cada uma tem uma personalidade diferente uma da outra – o que torna o trio ainda mais engraçado.

    O bacana do drama é que o mesmo é um pouco mais adulto do que os dramas que já acompanhei. Temos a discussão aberta entre as amigas sobre sexo, sobre como às vezes os homens não se importam com o desejo sexual feminino, que as mulheres pensam o mesmo e até mais em sexo que homens – e achei isso muito interessante em uma cultura como a cultura coreana. Também aborda a temática de traição, e de que como um mulher é vista pela sociedade coreana, caso a mesma descubra que a mulher traiu o seu parceiro; ainda mais se a mesma for famosa.

    I Need of Romance aborda não apenas o romance em si, mas questões a serem pensadas e analisadas de uma perspectiva diferente daquilo encontrado nos dramas coreanos. A cada dia que passa, percebo o quão crítica a sociedade é – por mais que a sociedade brasileira tenha seus tabus, podemos analisar que não é apenas a nossa sociedade que tem essas divisões.

  • Desafio Literário
  • 17 mar 2017

    [TAG] 11 FATOS SOBRE MIM

    Ei gente! Tudo bom? Hoje vim responder uma TAG que fui marcada pela Cris <3 do blog Plataformatresquartos. Espero que vocês gostem, e além disso, vale a pena dar uma passadinha no blog da Cris pra ver as respostas dela ^^ Vamos lá?

     

     

    1 Fato: Meu nome completo é Talita Santana de Almeida;

    2 Fato: Assim como a Cris, sou APAIXONADA por água. Estou há exatamente um ano sem tomar refrigerante – hehe. Tomei essa decisão porque queria emagrecer, mas acabou que não deu muito certo kkk, mas a paixão por água só aumentou – até mesmo em formaturas, sempre acabo optando pela famosa água;

    3 Fato: Sou apaixonada por cachorro. Desde criança falava que queria ser médica veterinária, porém a vida nos faz tomar outros caminhos, e não me formei em veterinária – mas a paixão continua;

    4 Fato: Sou APAIXONADA pela Coréia do Sul. No começo foi por conta de k-pop. Mas hoje em dia, é por conta da cultura do país além é claro, de me apaixonada em cada drama que assisto, rs;

    5 Fato: AMO as animações da Disney. Se pudesse, ficaria o dia todo assistindo Mulan;

    6 Fato: Um dos meus filmes favoritos é Memórias de uma Gueixa. Cara, sou louca por esse filme! Sempre que alguém vem aqui em casa, chamo pra assistir <3;

    7 Fato: Adoro ouvir Hip Hop Coreano – as músicas são ótimas e os cantores são bem bonitos o.o kkkk;

     

    8 Fato: Sempre que estou indo para a faculdade, coloco funk pra ouvir no carro – não me julguem. Pela manhã não funciono, e às vezes, por mais que esteja amando alguma música agitada internacional, só acordo com funk kkk;

    9 Fato: Assisto Big Brother Brasil com minhas amigas. Uma sempre avisa a outra quando o programa vai começar, e sempre comentados em nosso grupo – como se fossemos participantes mesmo kkkk;

    10 Fato: Estou formando em Direito porém não sei se é isso que quero pra minha vida </3;

    11 Fato: Sou do signo de peixes e por mais que algumas pessoas ADOREM zoar os piscianos, sou apaixonada pelo meu signo <3.

     

    PERGUNTAS DA CRIS:

    1- Qual é o seu maior medo?

    Pra ser sincera, tenho dois grandes medos: cobras e solidão, hehe. Tenho muito medo de ficar sozinha, rs.

    2- Se pudesse ter um super poder, qual seria?

    Ler mentes. Por mais que possa ser algo indelicado, amo saber o que a pessoa está pensando.

    3- Um filme.

    Memórias de uma Gueixa <3

    4- Toddy ou Nescau?

    Nescau, hehe.

    5- Qual é a sua série favorita?

    Gossip Girl – por mais que ultimamente estou apaixonada por Vikings, mas meu amor por essa série não muda <3

    6- Se pudesse voltar ao passado, qual momento da sua vida você escolheria?

    Nenhum. Sei que o que ocorreu no passado, ficou por lá. Além disso, não tenho arrependimentos que me façam querer revivê-los ou mudá-los.

    7- Um arrependimento.

    Dar muito valor para algumas pessoas que não merecem.

    8- Se você encontrasse uma lâmpada mágica e tivesse direito a três pedidos, quais seriam?

    Ir e morar  na Coréia do Sul

    Conhecer New York

    Viver um romance como os de livros/filmes

    9- Livro favorito.

    Harry Potter e o Cálice de Fogo

    10- Diga uma coisa que você odeia muito.

    Cebola ;s

    11- E a pergunta que não quer calar: a lenda desta paixão faz sorrir ou faz chorar? 

    Faz chorar. Porque se não tiver um drama, não sou de fato pisciana, hehehehe.

     

    BLOG/IG INDICADOS: 

    Blog Cercadas de Páginas

    Natureza Literária

    Coisas de meninas

    Instagram:

    Continuar Lendo

    Viaje nos livros

    Leitura Secreta

    Book Aholic

    Euamo_pudim

    Danny_med

    Gabi

    sl_leitora

     

    Desde já peço desculpas porque não conheço muitos blogs com menos de 200 seguidores. Então, mesclei com IG’s literários porém, os que marquei também não tem 200 seguidores D: Ai gente! Me perdoa ><

     

    PERGUNTAS PARA OS BLOGS/IGS:

    1 – Qual seu maior sonho?

    2 – Qual seu gênero literário favorito?

    3 – Um filme que te define.

    4 – Se pudesse escolher, qual universo mágico viveria?

    5 – Rapunzel ou Enrolados?

    6 – Qual seu livro favorito?

    7 – Qual é a trilha sonora de sua vida?

    8 – Londres ou Nova York?

    9 – Qual cidade do Brasil tem vontade de conhecer?

    10 – Gosta de conhecer coisas novas ou prefere rotina?

    11 – Qual sua música favorita?

     

    Amei fazer essa TAG, e agradeço a Cris por me marcar. Espero que vocês tenham gostado da brincadeira, e não esqueçam de passar no blog da Cris pra ver as respostas dela <3 Como não tenho muitos blogs que possuem menos de 200 seguidores, então irei marcar blogs IG literário. 

  • Dicas, Filmes
  • 23 fev 2017

    Memórias de uma gueixa

     

    Ei pessoal! Tudo bem?

    Sei que estou um pouquinho sumida, mas gostaria de mais uma vez pedir desculpas pelo meu sumiço. Confesso que estou em uma puta ressaca literária esses dias. Estou com três livros para terminar, e não consegui concluir nenhum até agora :/ mas prometo que vou me esforçar e trazer resenhas pra vocês. São tantas coisas passando em minha mente ultimamente, e confesso que estou extremamente perdida sobre vários assuntos referentes à minha vida. Mas chega de falar de mim, não é mesmo? Hoje resolvi trazer para vocês uma dica de filme e livro – e depois prometo fazer um post relacionado à livro x filme referente à essa dica de hoje, ok?

    Bom, acredito que minha paixão pela Coréia do Sul não seja uma novidade para vocês, não é mesmo? A dica de hoje não tem a ver com a Coréia em especial (snif), mas sim sobre um país asiático que muitas pessoas acabam tendo curiosidades sobre esse universo. Hoje em dia, por mais que vivenciamos um mundo diferente de 70 a 80 anos atrás, ainda presenciamos cenas de maus tratos covardia estampada contra algumas mulheres – lógico, conseguimos evoluir bastante isso, mas ainda sabemos que precisamos mudar muita coisa.

    Pois bem imaginem só: Japão. Uma cultura totalmente diferente do Brasil, porém com muitas coisas em comum. Sabemos que em grande parte do mundo, o patriarquismo sempre existiu, e pelo menos no Japão, as coisas são um pouco mais complexas que aqui por exemplo – ou já foram, não é mesmo? Mas a questão é: até que ponto vale a disposição de uma mulher para ser alguém em uma sociedade? Vencer preconceitos, vencer o abandono, a falta de uma base familiar – pois infelizmente a nossa protagonista passa por isso. Até que ponto a mesma precisou lutar e chegar para ser reconhecida com um ser humano. O filme traz menções incríveis a cultura misteriosa das gueixas – e para quem não sabe, Gueixas são artistas em movimento, e não prostitutas como muitas pessoas pensam. Somos apresentados à uma criança inocente em seus aspectos, que foi vendida por seus pais para um okiya, uma casa de gueixas.

    Porém, como nem tudo são flores, nossa protagonista passa por muita coisa em sua vida para assim se tornar uma das gueixas mais renomadas de todo o Japão. O principal cenário do filme é sim o universo das gueixas, entretanto, como cenário de fundo, temos o início da Segunda guerra mundial. Por mais que Sayuri acaba se tornando uma das gueixas mais famosas do Japão, a mesma precisa lidar com o egoísmo, inveja, e o desejo de todos os homens mais importantes da época – sendo que seu coração pertence apenas à uma pessoa.

     

    Descobrimos ainda que gueixas não podem se permitir amar. Sim, são artistas que buscam a perfeição, entretanto, não podem amar. São privadas de um dos sentimentos mais lindos e puros que um ser humano pode experimentar em sua existência. Mas ainda assim, se contentam com a bondade – uma vez que algumas já experimentaram tanta maldade.

    E é por isso que esse livro/filme é sem sombra de dúvidas, um dos meus favoritos. Sempre que assisto, choro horrores e não me canso! A história de Sayuri é cativante. Não tem como não se apaixonar e não tem como não torcer por ela até o final. Pra quem está em busca de um filme/livro feliz, peço que entenda o sofrimento e só depois entenderá a felicidade. Além disso, o filme/livro nos trás tantas lições que nossa! Se alguém ainda não assistiu, peço encarecidamente que vá fazer isso, haha.

     

    E vocês? Já leram ou assistiram ao filme? <3